Mais um acusado do assassinato de Lucas Augusto de Carvalho, 18 anos, em 5 de setembro de 2010, na Rua Inácio Lustosa, perto do Shopping Mueller, foi condenado pela Justiça. O julgamento de Fernando Sant’Ana, 32 anos, terminou ontem à noite, com a condenação a 16 anos de prisão, por homicídio qualificado, com motivação banal. Foram quatro jurados a favor da acusação, contra três, que concordaram com a defesa.

Para o promotor Marcelo Balzer Correia, o fato de Fernando matar Lucas, junto com outros jovens, simplesmente porque fazia parte de um grupo neonazista de skinheads (carecas), contrário aos punks, ideologia a qual Lucas supostamente seguia, configura motivo torpe. Além disso, ele não acredita na versão da defesa de que Fernando apenas teria acompanhado a briga e não golpeado a vítima com uma faca.

Boato

Por outro lado, os advogados de defesa Khalil Aquim e Heitor Bender, afirmaram que a questão ideológica não passa de boato. “Não houve testemunhas confirmando que ele deu as facadas. E o grupo era composto por um negro e um judeu também, e tinha se reunido para ir a um bar onde há público homossexual. Características que não batem com a ideologia neonazista”, argumentou Heitor.

Segundo eles, Fernando pediu para que apenas tentassem recorrer da pena, mas não do júri. “Ele está cansado e já cumpriu quatro anos. Vamos tentar diminuir a pena junto ao Tribunal de Justiça”, completou Khalil. Como já esteve preso por tráfico de drogas, Fernando terá de cumprir três quintos da pena antes de pedir progressão para o regime semiaberto.

Além dele, Gabriel Cata Preta, 23, também foi condenado pela morte de Lucas. Ele pegou 14 anos de prisão, em agosto do ano passado. Jean Michel Zampiva, 27, ainda não teve o julgamento marcado e um quarto suspeito não irá a júri porque ganhou benefício da delação premiada.

O grupo atacou Lucas e outro colega no São Francisco, em 2010. Eles teriam confundido Lucas com um punk que teria atacado um dos integrantes do grupo com uma faca, dias antes.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook