O envolvimento com drogas custou a vida de Felipe Giovaneli da Silva, 16 anos, assassinado, no início da manhã de ontem, em Piraquara. O garoto foi executado dentro de casa, situada na frente de outra residência onde ocorreu um duplo homicídio há cerca de um mês.

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 8h30, o adolescente foi chamado no portão, na Rua Argemiro Rodrigues de Paula, por dois homens que ocupavam uma motocicleta.

Vítima e suspeitos chegaram a conversar por alguns minutos, quando um dos marginais sacou o revólver. Felipe ainda correu para dentro de casa, onde foi atingido com três tiros no peito.

O pai do garoto, Adão Ribeiro da Silva, estava no trabalho quando soube da morte e retornou para casa. Ele contou que Felipe era usuário de droga havia um ano, mas não costumava cometer furtos para sustentar o vício. Por isso, Adão suspeita que o adolescente estivesse traficando na região, já que o entra e sai de gente em casa era constante.

O pai ainda lembrou que, no mês passado, dois homens que moravam na casa dos fundos também foram assassinados e, desde então, ele vinha alertando o filho, como se estivesse prevendo que algo fosse acontecer.

A delegacia do município investiga se o crime foi praticado pelos mesmos autores que executaram Jeferson Jordan Gonçalves da Costa, 16, e Altair Oliveira Moura, 19, mortos mês passado.