Uma briga de gangues, que envolve disputa por pontos de tráfico de drogas na invasão do Arvoredo, em Araucária, causou mais uma morte na noite de domingo (04).

De acordo com informações da delegacia local, Brendon Abraão de Almeida, o “Alemão”, de apenas 16 anos, atuava como “segurança” de um ponto de tráfico recém tomado da facção rival, e foi ameaçado de morte. Os antigos líderes da venda de entorpecentes na região tinham interesse em retomar o ponto.

Às 22h30, o adolescente estava na Avenida Beira Rio, observando a movimentação perto da rua e foi atingido por vários tiros de uma pistola calibre nove milímetros. Ninguém viu o atirador.

De acordo com a polícia, Brendon havia sido apreendido em agosto, juntamente com um colega, portando um revólver.

No dia 12 de novembro, Diemerson Ferreira dos Santos, que tinha a mesma idade de Brendon, também morreu na invasão do Arvoredo em uma troca de tiros com policiais militares. Ele era integrante de uma das gangues e era investigado por dois homicídios.