O assassinato do empresário Geraldo Gelenski, 45 anos, ocorreu na noite de 19 de dezembro do ano passado e a polícia ainda tem dúvida sobre o que motivou o crime. O caso está sendo investigado atualmente pela Delegacia de Furtos e Roubos que está estudando uma fita de vídeo onde aparece um jovem retirando dinheiro de um caixa automático da agência Bradesco, na Avenida República Argentina, Portão. As imagens não são muito nítidas, e a polícia está empenhada na identificação do jovem, que aparenta idade entre 18 e 20 anos. Na ocasião, o indivíduo aparece fazendo quatro saques entre às 20h54 e 20h58 da mesma noite em que o crime foi cometido. No total foram sacados R$ 600,00.

Carro

O empresário foi encontrado morto com um tiro no rosto no banco de trás do Renault Mégane, placa AHB-8900, que estava estacionado no acostamento da PR-418 (Contorno Norte), Orleans. O carro estava parado com a luz acesa, o que chamou a atenção de moradores da região que localizaram o corpo. O caso está sendo investigado como latrocínio, pois o empresário teria sido vítima de assaltantes. Após a execução, os autores do crime fugiram em um veículo que estaria esperando nas proximidades.

Qualquer informação que possa auxiliar a polícia nas investigações pode ser dada à Delegacia de Furtos e Roubos pelo telefone 262-2800. A equipe que cuida do caso é composta pelos investigadores Henrique, Bimba e Rodolfo.