A polícia está prestes a descobrir quem atirou contra o sargento da Polícia Militar Devanil Cardoso e roubou sua pistola ponto 40, no último dia 23, em Araucária. Ontem, Policiais da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) apreenderam a arma roubada com Ederson Robson Bueno Pinto, 24 anos. Apesar de ele não ter sido reconhecido como um dos dois marginais que atiraram contra o PM, é suspeito de fazer parte da quadrilha.

De acordo com o tenente Souza, por volta das 14h, populares ligaram para a polícia avisando que alguém dava tiros em uma residência na Rua Veríssimo Becker Cordeiro, no Sítio Cercado. Quando chegaram no endereço indicado, detiveram Ederson, e, com ele, a pistola do sargento.

Tatuagem

A confusão começou momento antes, quando Ederson e um amigo foram até a casa do tatuador Thiago dos Santos, 24, para escolher o desenho que seria aplicado em seu corpo.

Enquanto folheavam as revistas, o dono da casa saiu para comprar pão. Quando retornou, Ederson já tinha dado alguns tiros para o alto. Ele apanhou Thiago pelo pescoço e o fez de escudo humano.

“Ederson viu uma toalha no varal e cismou que havia alguém ali. Minha mãe chegou e o convenceu que estava tudo bem e ele largou a pistola. Logo em seguida, a polícia chegou”, relatou Thiago.

Ederson foi preso em flagrante com a arma roubada e Thiago por estar com mandado de prisão decretado. Ele estava em liberdade, mas deixou de comparecer nas audiências.

Reconhecimento

Ederson foi levado ao 10.º Distrito Policial, e autuado por porte ilegal de arma. O delegado Rubens Recalcatti, da delegacia de Araucária, soube da prisão e fez o reconhecimento do detido. “Ele não é nenhum dos dois bandidos que aparecem nas filmagens, mas certamente está envolvido com o bando”, disse o delegado.

O sargento Devanil foi ferido por volta do meio-dia, na Auto Peças Araucária, situada na marginal da Rodovia do Xisto. O circuito interno de filmagem registrou o momento que dois homens armados empurraram o sargento, que estava do lado de fora, e um dos bandidos acertou três tiros no policial. A dupla só levou a pistola do PM. Devanil permanece internado em uma unidade de terapia intensiva.