Um assalto assustou funcionários de um posto de combustíveis em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba (RMC) não só pela ação em si, mas pela forma em que se apresentou o bandido. Armado e usando uma camiseta que parecia ser de um grupo de segurança ou força policial, o rapaz fez a limpa no caixa do estabelecimento.

O assalto foi por volta das 16h deste domingo (24), na Avenida das Araucárias, bairro Thomaz Coelho. Sem que ninguém percebesse que ele iria roubar, o jovem entrou na loja de conveniência e pediu uma recarga para celular.

“Ele disfarçou um pouco, porque percebeu que um dos frentistas estava no interior da loja. Quando o funcionário saiu, ele apenas mostrou a arma para a moça do caixa e disse que não tinha nada a perder”, contou um dos proprietários do posto.

Em questão de segundos, a funcionária do caixa foi obrigada a tirar tudo que tinha dentro do caixa, passar ao rapaz e ainda teve que mostrar a ele que não tinha mais dinheiro ali. “Antes de ir embora, ele ainda perguntou se não nenhum policial estava no local e, na saída, ainda deu tchau para os frentistas como se nada tivesse acontecido”.

Câmeras

Logo do que o rapaz saiu, os proprietários do posto foram verificar as imagens e repararam na camiseta que ele usava, que parece ser de alguma força policial. “Não conseguimos identificar se é da polícia do Exército ou de algo semelhante, mas acreditamos ser alguma coisa do tipo”, disse a pessoa que denunciou o assalto à Tribuna do Paraná.

Menos de cinco minutos após a saída do rapaz, policiais militares e também uma equipe de segurança do posto, que foi acionada através do botão de pânico, estiveram no local. O boletim de ocorrência do roubo foi registrado, mas o jovem – que segundo as vítimas estava bem vestido e não aparentava ser bandido – não foi encontrado.

Segundo apurou a Tribuna do Paraná, a camiseta usada pelo rapaz para o assalto não é uniforme de nenhuma força de segurança do Estado. As siglas “PA” dispostas na manga da camiseta podem ser de qualquer outra designação, como uma empresa de segurança. 

Trabalhando com medo

Segundo os proprietários do posto, o assalto deste domingo tirou a trégua nos roubos ao estabelecimento. “Antes éramos roubados sempre. Depois que instalamos alguns equipamentos de segurança, até para evitar grandes assaltos, os bandidos pararam. Estávamos há dois anos sem nenhum roubo”.

O rapaz levou o dinheiro que estava no caixa. Para as vítimas e também para os proprietários do local, o assaltante era alguém da região, que principalmente sabe como funciona o esquema de trabalho nos postos de combustíveis. “Temos muito medo de que ele volte. A funcionária que estava no caixa ficou assustadíssima, mas temos que continuar trabalhando, né? Não podemos parar”.

Em contato com outros donos de postos de combustíveis da cidade, os proprietários souberam que a semana foi marcada por pelo menos outros dois roubos em locais diferentes. “Na terça-feira assaltaram um posto do Centro. Na quarta, roubaram outro. Fazia tempo que estava parado, mas pelo jeito voltaram a agir”, contou.

Tanto o assalto deste domingo, como também os outros dois citados pelo comerciante devem ser investigados. A Delegacia de Araucária é responsável pelo trabalho de busca pelos suspeitos e é importante que os comerciantes sempre registrem o boletim de ocorrência, incluindo imagens de câmeras de segurança caso as tenham, para ajudar nas investigações.

Assista ao vídeo com o momento do assalto!