Funcionários do comitê do vereador Sabino Picolo, candidato à reeleição, passaram um sufoco nas mãos de assaltantes. Às 13h40 de ontem, dois homens armados invadiram o QG de campanha, na esquina das ruas Presidente Taunay e Júlia Wanderley.

Cinco funcionários estavam no comitê, quando dois homens armados entraram e anunciaram o assalto. Eles pediam pelo coordenador da campanha, afirmando que sabiam que ele estava com o dinheiro do pagamento.

Os funcionários disseram que a pessoa que eles procuravam não estava e, ao perceberem que não conseguiriam o montante desejado, os bandidos fizeram a limpa nos pertences pessoais das vítimas. De uma delas, levaram o salário que tinha recebido horas antes, de R$ 300. Eles apanharam também os telefones celulares e bolsas.

Demora

Depois amarraram, amordaçaram e trancaram as pessoas no banheiro. Entretanto, um dos funcionários conseguiu esconder seu celular e ligou para a Polícia Militar. Nada adiantou. Os PMs chegaram 40 minutos depois do assalto.

Os funcionários foram libertados por colegas que chegaram ao comitê. “Os  assaltantes sabiam o nome do coordenador. Acreditamos que seja alguém que nos conheça”, disse uma funcionária.

Os dois bandidos vestiam jaqueta preta. Um deles, magro, de estatura média, tinha pele clara e cabelo espetado com mechas loiras. O outro teria cerca de 1,75 m, pele morena e acima do peso.

Ele foi chamado pelo comparsa de “Bruno”. Qualquer informação sobre os marginais pode ser passada à Delegacia de Furtos e Roubos pelo telefone 3262-2800.