Quase 20 dias depois de ter seqüestrado uma mulher em um supermercado em Araucária e sacar dinheiro em caixa eletrônico, Gonçalino dos Santos, conhecido como “Jean”, 23 anos, foi preso na semana passada por policiais da delegacia de Araucária, autuado em flagrante por porte ilegal de arma e indiciado por roubo pelo delegado Jairo Amódio Estorílio. Eduardo Neves de Lara, 28 anos, foi indiciado por receptação. Ele estava com uma roda do veículo “depenado” pelo assaltante.

Após sair do Supermercado Dib, no centro de Araucária, às 17h15 do dia 24 de maio, uma mulher foi rendida pelo acusado no estacionamento e obrigada a entregar todos os seus documentos, cartões bancários e senhas. Ela foi trancada no porta malas do Gol. Ele fez saques e depois abandonou o carro, mas antes retirou o toca-CD e acessórios.

Na quinta-feira da semana passada, uma pessoa telefonou para a vítima e disse que estava com seus documentos e marcou um local para entregá-los. A pessoa disse que sabia quem tinha efetuado o roubo e indicou a casa de Eduardo. “Fomos até a casa de Eduardo e ele estava com uma das rodas do veículo da vítima, mas não foi reconhecido como sendo assaltante”, salientou o delegado Jairo Estorílio. Levado à delegacia, Eduardo contou que havia comprado a roda de “Jean”.

O investigador Melo foi até a casa de Jean. Ao abordá-lo encontrou um revólver calibre 38 e deu voz de prisão ao suspeito, que foi identificado como Gonçalino dos Santos Pereira. “Ele já tem passagem por furto pela delegacia de Fazenda Rio Grande”, ressaltou Jairo.