Um cerrado tiroteio movimentou a outrora pacata Contenda, às 21h de sábado. Cinco homens que assaltavam um supermercado, no centro da cidade, trocaram balas com dois policiais militares. Mesmo em desvantagem bélica e numérica, os PMs acertaram pelo menos  dois dos acusados – um deles morreu a caminho do hospital local.

Os cinco marginais entraram no estabelecimento, na Rua 1.º de Setembro, intitulando-se policiais civis. Logo renderam o proprietário, a família dele e os funcionários, sem perceber que um dos empregados tinha conseguido sair.

A PM foi acionada e encontrou os assaltantes ainda dentro do mercado. O tiroteio aconteceu do lado de fora. “Os bandidos estavam fortemente armados, com revólveres e pistolas. Entre 30 e 50 tiros foram disparados no confronto”, relatou o escrivão Paulo Ricado, da delegacia de Contenda. Os dois PMs, que tinham apenas um revólver cada, atingiram o acusado Maicon Paes, 42 anos, que morreria logo em seguida.

Os comparsas tomaram um Logus de assalto e fugiram, mas rastros de sangue indicaram que, pelo menos, mais um deles foi ferido. Um dos policiais escapou por pouco de ser atingido na perna – uma bala chegou a furar sua farda.

Segundo o escrivão, os assaltantes não são moradores da cidade, cuja calma habitual tem sido abalada por forasteiros. “Quadrilhas de outros lugares estão agindo aqui. O número de assaltos aumentou bastante nos últimos meses”, falou.