Dois assaltantes foram baleados por policiais no momento em que roubavam R$ 5 mil de um pedestre, no meio da tarde de ontem, no Centro Cívico. A vítima tinha saído de um banco, na Avenida Cândido de Abreu, e foi abordada pela dupla, em uma motocicleta, próximo à esquina com a Rua Doutor Roberto Barroso.

Policiais militares que passavam pelo local perceberam o crime e atiraram contra os bandidos. Um deles foi atingido na cabeça e outro na perna e ambos foram encaminhados ao Hospital Evangélico. Eles não correm risco de morte.

O assalto aconteceu pouco depois das 16h. O tenente Lima, do 12.º Batalhão da Polícia Militar, relatou que os suspeitos foram surpreendidos assim que pegaram o dinheiro.

“Quando eles deram voz de assalto à vítima, dois cabos da PM viram o crime e tentaram abordá-los. Os assaltantes ameaçaram atirar, com uma pistola ponto 45. Os policiais, então, atiraram”, explicou o tenente.

Uma multidão acompanhou a ocorrência e se aglomerou em volta dos marginais, que ficaram caídos na rua. Os assaltantes foram levado ao hospital em uma viatura da PM.

Investigações

A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) ficará responsável por investigar o assalto. A pistola e a moto (Falcon cinza placa CJG-9285, de São Paulo) usadas pelos criminosos foram apreendidas. Os suspeitos ficarão internados sob escolta policial e, assim que se recuperarem, serão autuados na delegacia.

Segundo informações da polícia, o rapaz baleado na cabeça deveria receber alta durante a madrugada de hoje, já que o disparo foi amortecido pelo capacete e os ferimentos foram leves. O outro bandido fraturou a perna e não tem previsão para deixar o hospital.

Quadrilha da moto

Aliocha Maurício
Veículo foi reconhecido por outra vítima de assalto.

A polícia acredita que eles façam parte de uma quadrilha. “Temos informações de outros crimes cometidos por indivíduos com esse modelo de moto e placa de São Paulo”, lembrou o tenente Lima.

Após a confusão, um homem disse ter sido assaltado, dias antes, por uma dupla na mesma moto. Os bandidos levaram da vítima R$ 10 mil, na saída de um banco. As fotos dos baleados seriam mostradas à vítima para eventual reconhecimento.

O tenente Lima acrescentou que, na semana passada, dois rapazes foram presos após roubarem R$ 4 mil, de um empresário que saía de um banco, em Santa Felicidade.

“Acreditamos que sejam comparsas dos assaltantes baleados”, informou o policial. A arma usada pelos bandidos também será investigada. Recentemente, um policial federal teve sua pistola ponto 45 roubada e é possível que seja a mesma apreendida ontem.