O assalto a uma residência no bairro Vargem Grande, em Pinhais, resultou na morte de três indivíduos durante uma troca de tiros envolvendo policiais militares do 17.º BPM, às 22h de sexta-feira. Outros dois integrantes da quadrilha de assaltantes conseguiram fugir.

O assalto aconteceu na casa de um PM, na Rua Antônio Castro Alves. Quatro indivíduos armados invadiram a residência e mantiveram toda a família como refém. Um quinto homem permaneceu na frente da casa para dar cobertura. Os assaltantes começaram a juntar os objetos que lhes interessavam e os colocavam no carro da família do policial, que seria utilizado para a fuga. Durante a revista dos cômodos da casa, os ladrões encontraram a farda da PM do oficial e começaram a agir com mais brutalidade, segundo informações da delegacia de Pinhais.

Confronto

Por volta das 22h, um familiar das vítimas estava retornando para casa quando observou a movimentação estranha e um homem desconhecido em frente à residência. O homem despistou e somente passou em frente a sua moradia, se deslocando à casa de um vizinho. Lá, telefonou para a Polícia Militar relatando sobre o assalto.

Rapidamente, viaturas do 17.º BPM atenderam a ocorrência e cercaram o local. Os indivíduos foram pegos de surpresa. Como tentativa de fuga, resolveram trocar tiros com os policiais. No tiroteio três marginais foram alvejados fatalmente, enquanto outros dois tiveram êxito na fuga. Dois dos rapazes feridos -que não portavam documentos de identificação – ainda foram encaminhados para o Hospital Cajuru, em Curitiba, mas chegaram ao pronto socorro sem vida.

Identificação

Dos homens mortos, apenas um foi identificado extra-oficialmente no Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. Trata-se de Roberto Caetano, 20 anos. Os outros continuam a espera de identificação. Pelos dados repassados pelo IML, as vítimas são jovens, aproximadamente de 20 anos, cor branca e olhos castanhos.

Na ação foram apreendidos dois revólveres calibre 38 pertencentes aos indivíduos e que foram encaminhados à delegacia local. Pelas informações, foram levados do PM durante o assalto apenas documentos particulares, a arma e telefone celular.