Mário Jorge Soares, 32 anos, andava na rua de sua casa, quando foi seguido por homens num veículo e morto a tiros. O crime ocorreu na esquina das Ruas José Janini Panceti e Romeu Branco Quadros, no Guabirotuba, atrás de uma subestação da Copel, pouco depois das 19h30.

Uma testemunha contou ao tenente Lima, do 20.º Batalhão da Polícia Militar, que o assassino estavam em um Palio prata, com quatro portas. Familiares contaram aos investigadores da Delegacia de Homicídios que Mário não era usuário de drogas e não tinha envolvimento com crimes. Trabalhava como autônomo, instalando antenas de televisão.