Um jovem foi morto a tiros em plena tarde, em uma das ruas mais movimentadas da Vila Camargo, Cajuru. Ainda assim, moradores e comerciantes da região garantem que não viram os atiradores. A irmã de Alessandro Ribeiro Oliveira, 22 anos, pediu a ele que fizesse uma compra em um mercado, próximo à residência da família, por volta das 16h30.

Ao chegar na esquina da Avenida Florianópolis e a Rua Generoso do Nascimento Teixeira Filho, ele foi atingido por um disparo na perna e outro na cabeça. De acordo com o delegado Cristiano Quintas, da Delegacia de Homicídios, Alessandro era usuário de drogas e o crime pode estar relacionado com o tráfico.

Acidente

A caminho do local em que Alessandro foi morto, uma equipe da Central Nacional de Televisão (CNT) sofreu um acidente. O Uno da emissora tentava fazer uma conversão à esquerda da Rua da Trindade para a Avenida Florianópolis, e colheu um motociclista que vinha no sentido contrário.

De acordo com testemunhas, Francisco Alves, 41 anos, trafegava em alta velocidade na Honda Titan placa DZO-8570. Ele foi socorrido em estado grave. Os ocupantes do Uno não se feriram. Para o pedreiro Renato Rodrigues, morador do Cajuru, há muito tempo existe a necessidade de um sinaleiro no cruzamento.

“Atropelamentos e acidentes acontecem quase todos os dias”, afirma. A dona de casa Ione Ribeiro disse que o perigo aumenta, porque há escolas e creches na região e muita criança andando nas ruas.