Um suposto galanteio a uma mulher acompanhada fez o clima ferver em um boteco na Avenida Senador Salgado Filho, Uberaba. O fato gerou discussão e tiros, às 2h45 de ontem. Um homem acabou ferido com gravidade e levado ao hospital.

O mecânico Ademir de Souza Lima, 38 anos, pai de três filhos, teria se exaltado quando viu outro homem tentando conversar com sua esposa, dentro do boteco. Ademir foi tirar satisfações, mas o desconhecido não baixou a guarda e logo os dois começaram a bater boca.

A discussão acabou de modo violento. O suposto conquistador sacou uma arma e atirou duas vezes em Ademir. Atingido no peito e na boca, o mecânico foi levado pelo Siate, em estado grave, ao Hospital Cajuru.

Parentes de Ademir disseram, baseados no relato de testemunhas, que o autor dos disparos seria um policial – não se sabe se civil ou militar. O atirador desapareceu.

Em outro bar

Outra confusão em um bar terminou mal em Campo Largo. Romildo Roberto Martins, 30 anos, operador de máquinas, levou um tiro na barriga às 22h30 de sexta-feira, na localidade de Bateias. O autor chegou em uma motocicleta, bêbado e a fim de arrumar confusão com os clientes do boteco. Enquanto intimidava várias pessoas, ele sacou um revólver e atirou, acertando Romildo, que não estava envolvido diretamente no entrevero. O atirador fugiu na moto e o ferido foi encaminhado pelo Siate ao Hospital do Trabalhador.