Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prenderam Ederson Flávio de Ailva, na semana passada, em flagrante por roubo. Tido como de alta periculosidade pela polícia, ele já baleou um policial militar em outra situação e também já foi reconhecido no roubo a uma residência.

Os investigadores do Cope faziam uma investigação no Alto da XV, próximo ao cruzamento das Ruas Padre Germano Mayer com a do Herval, quando viram um homem fugindo em alta velocidade com um veículo. Ele tinha acabado de roubar o automóvel, batendo na mulher que dirigia o veículo para que ela saísse do carro. Mesmo apavorada, ela ainda conseguiu tirar a cadeirinha com o filho de três meses do banco de trás. Os policiais presenciaram o momento em que o assaltante guardava a pistola na cintura e saía em alta velocidade com o automóvel.

Os investigadores seguiram o veículo e conseguiram pará-lo na esquina das Ruas José de Alencar com Doutor Gulin. O homem ainda estava com a pistola calibre 380 na cintura e confessou o roubo. Ele já tinha dois antecedentes criminais, um por tentativa de homicídio, por ter baleado um policial militar, e outra por receptação. Ele portava uma pistola que foi roubada de uma residência, no dia 21 de setembro. O dono da casa foi chamado no Cope e reconheceu o ladrão. Ederson foi levado à Delegacia de Furtos e Roubos.