Dois bandidos armados renderam o porteiro de um prédio comercial na Rua Padre Anchieta, no Bigorrilho, em Curitiba, e arrombaram um caixa automático do Banco do Brasil que havia dentro do edifício. O crime ocorreu pouco antes das 6h.

Segundo contaram alguns funcionários, a porta do edifício permanece trancada durante toda a noite. No entanto, os marginais aproveitaram-se que o porteiro a abriu para fazer a leitura do relógio de água, como faz todas as manhãs. O funcionário já entrou acompanhado e foi mantido deitado no chão, enquanto a dupla tentava abrir o caixa forçando as beiradas e usando uma furadeira.

Um dos marginais usava balaclava (touca que deixa apenas os olhos à mostra) e o outro um capacete. Ao saírem, os bandidos trancaram o porteiro, mandaram ele subir de elevador e levaram a chave da porta embora. No chão, ficou uma algema de lacre, possivelmente utilizada pelos marginais para amarrar vítimas. Acredita-se que os ladrões já sabiam da rotina dos porteiros, de anotar o consumo de água durante as manhãs. Ainda não se sabe a quantia levada do caixa. O caso foi registrado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).