Foto: João de Noronha/Tribuna

Por sorte, não havia
clientes na agência.

Troca de tiros, um bandido morto e quatro malotes, com R$ 170 mil reais em dinheiro, roubados.

Este foi o ?saldo? do assalto ocorrido no final da tarde de ontem, na agência do HSBC, na Avenida Winston Churchill, Pinheirinho. De acordo com o delegado do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Rodrigo Brown de Oliveira, o assalto aconteceu por volta das 17h30, quando quatro vigilantes da transportadora de valores Brinks pararam em frente à agência para apanhar alguns malotes. Dois deles entraram no banco, outro ficou na porta e o quarto ao volante do carro-forte.

Enquanto faziam o transporte do dinheiro, três homens armados chegaram a pé e conseguiram render os vigilantes que saíam da agência com o dinheiro, e tomar seus revólveres, calibre 38. Eles teriam atirado contra o carro-forte e o vigilante que estava ao volante revidou os disparos. Um dos marginais foi baleado com um tiro de escopeta calibre 12 milímetros e tombou morto em frente ao banco. Com ele, a polícia recolheu uma pistola calibre 9 milímetros e dois carregadores.

A perícia não encontrou qualquer documento que pudesse identificá-lo e recolheu dois cartuchos deflagrados da arma que o marginal portava.

Fuga

Os outros dois bandidos fugiram com os malotes e as armas dos vigilantes. Eles apanharam um veículo Fox, roubado há alguns dias, e que estava estacionado perto da agência, mas abandonaram o carro a poucas quadras do banco. Eles jogaram as armas dos vigilantes em um terreno baldio, e, segundo testemunhas, a dupla seguiu a fuga a pé.

Apesar dos vários tiros disparados contra o carro-forte e o banco, nenhum dos funcionários da transportadora ou da agência ficou ferido. Durante o assalto não havia clientes no banco.

Para o delegado, a ação foi planejada com antecedência. ?Eles já sabiam os horários e a quantia em dinheiro, pois nenhum marginal se arriscaria tanto sem ter certeza do lucro certo?, finalizou o delegado que trabalha agora na tentativa de identificar os assaltantes que conseguiram escapar.