Oito funcionários de uma empresa de engenharia sediada na capital foram feitos reféns por quatro criminosos, que invadiram o local e arrombaram os dois cofres, na tarde da última sexta-feira. A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) divulgou, ontem, o retrato falado dos assaltantes e há suspeitas que eles tinham informações privilegiadas. Os bandidos roubaram cerca de US$ 8 mil e R$ 30 mil em espécie.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, titular da DFR, o assalto aconteceu por volta das 16h30, quando três homens de terno e um trajando conjunto de moleton entraram na empresa, situada na Rua Bororós, Vila Isabel, e anunciaram o assalto. O quarteto rendeu os oito funcionários e os trancaram numa das salas. Em seguida, ordenaram que uma funcionária abrisse os dois cofres da empresa. De um deles, os bandidos apanharam os dólares e de outro os reais.

Enquanto estavam na empresa, um dos bandidos recebeu uma ligação, o que faz a polícia acreditar que havia um quinto criminoso dando cobertura no assalto. A ação durou cerca de quinze minutos e os funcionários não conseguiram ver como os assaltantes fugiram.

Na delegacia, os reféns viram os álbuns com fotografias de bandidos com passagem criminal, mas não reconheceram os criminosos. Eles forneceram as características para fazer três retratos falados e através das imagens a polícia espera que eles sejam encontrados. Qualquer informação sobre o paradeiro dos suspeitos pode ser passada através do telefone: (41) 3262-2800.