Foto: Alberto Melnechuky/Tribuna
Os acusados Joel e Jair foram detidos no início da noite.

Após executarem um jovem em uma suposta tentativa de assalto, dois marginais balearam um policial militar, às 17h de ontem, no bairro Capão da Imbuia, fugindo em seguida. O policial morreu na noite de ontem, após ser atendido no Hospital Cajuru. O fato movimentou as Delegacias de Furtos e Roubos (DFR) e a de Homicídios (DH), da Polícia Civil, além de diversas viaturas do Regimento de Polícia Montada (RPMon) e da Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (Rone), que cercaram toda a região. os suspeitos foram presos por volta das 21h de ontem. São acusados dos crimes Joel Martins, 24 anos, e Jair Alves de Lima Jr, 25 anos.

Uma mulher comentou entre populares que viu dois rapazes andando tranqüilamente pela Rua José Rissato, local onde toda a situação iniciou. Sem desconfiar do que estava por acontecer, Silver Cristian de Mattos, 19 anos, se despediu de seu pai, saiu da oficina mecânica da família, na mesma rua e quadra onde os marginais caminhavam, e embarcou na motocicleta, placa AMD-7084. Os rapazes se aproximaram e anunciaram o roubo. Mesmo sem reagir, Silver foi executado com três tiros. Populares dizem que ele levantou as mãos, para entregar a moto, e em algum movimento, a moto caiu no chão. Assustados com a movimentação, os bandidos atiraram, atingindo Silver com dois disparos no peito e outro no braço. O jovem tombou morto na porta da oficina e os assaltantes saíram correndo. Um deles, empunhava um revólver calibre 38.

Ao ouvir os disparos, o pai de Silver, Dinarsi Carlos de Mattos, foi ver o que estava acontecendo e se deparou com o filho estendido no chão. Em uma atitude impensada, o homem embarcou no carro e perseguiu os marginais, chegando a atropelar um deles.

Tiros

Quando passava pela Rua Antônio Olívio Rodrigues, ele encontrou o soldado da Polícia Florestal Samuel Schumacker Parreira, 37 anos. Desesperado, ele gritou: "Eles balearam meu filho". O policial deu voz de prisão aos bandidos, que revidaram, acertando três tiros no PM. Samuel foi socorrido e levado ao Hospital Cajuru, onde morreu no início da noite.

Na seqüência, os bandidos tentaram escapar pulando muros de residências. Policiais civis e militares imediatamente se dirigiram para o local, cercando toda a região e adentrando diversas casas, conseguindo, ao fim, prender a dupla.