Um caminhoneiro bêbado causou o acidente que matou Valdemar Massaneiro, 36 anos, e deixou dois feridos no quilômetro 147 da BR-116, em Mandirituba, às 7h40 de ontem. Cláudio Márcio da Silva foi conduzido à delegacia de Fazenda Rio Grande e autuado em flagrante por conduzir sob efeito de álcool, conforme exame bafométrico da Polícia Rodoviária Federal.

Valdemar morreu preso nas ferragens de sua Pampa placa ABF-0453. Mário Santos Chaves e Antônio Jesus Glodes, que estavam em outro caminhão, foram levados em estado grave ao Hospital Evangélico.

Ultrapassagem

Cláudio, que conduzia o Volvo placa BAT-1850 (SC), contou ao delegado José Mário Franco que viu a Pampa parada na pista e a ultrapassou. O caminhão Mercedes-Benz, AGI-7521, que vinha no sentido contrário, desviou e bateu de frente com a Pampa. O caminhão, que tinha Mário como condutor e Antônio de passageiro, foi parar no barranco. Cláudio não se feriu e seu caminhão não teve avaria. Ele foi ouvido e liberado da delegacia, mediante fiança.