Uma menina de apenas 10 meses morreu às 17h30 de segunda-feira, no Hospital de Rio Branco do Sul. A principal suspeita é de que o bebê tenha sido violentado por um adolescente de 15 anos.

No mesmo dia, a delegacia local instaurou inquérito, mas nenhum dado oficial foi informado, porque somente o laudo do Instituto Médico-Legal vai comprovar a causa da morte.

Os pais da garotinha moravam em Quatro Barras e preparavam a mudança para Rio Branco do Sul. No sábado, eles e a menina se hospedaram na casa de parentes, em Rio Branco.

Na manhã seguinte, o pai do bebê voltou para buscar a mudança. Foi então que a criança começou a apresentar sintomas estranhos e a mãe a levou ao hospital local, onde foi medicada. Na segunda-feira, familiares observaram que os olhos da criança estavam roxos e ela passou mal. Retornaram ao hospital, mas já era tarde.

Violência

Ao cuidar da menina, as enfermeiras perceberam que seus órgãos genitais estavam dilatados, e um médico do hospital, em primeiro momento, constatou que houve violência e acionou o Conselho Tutelar e a delegacia local. Ao ver o bebê, a conselheira desmaiou.

Segundo o delegado Kleudson Moreira Tavares, da delegacia de Rio Branco do Sul, os pais da criança foram ouvidos. “Não é possível estabelecer um culpado enquanto não tivermos o resultado dos exames complementares do IML”, explicou o delegado. Ele disse também que o resultado deve sair em 25 dias. “Vamos ouvir outras pessoas e aguardar o laudo”, completou.