Lucimar do Carmo
Ivan foi espancado e estrangulado.

Bebedeira seguida por discussão teria motivado o assassinato de um homem identificado como Ivan, de aproximadamente 60 anos. Com a cabeça esfacelada e estrangulado, ele foi encontrado às 12h30 de ontem, pelo funcionário de uma pedreira. A vítima estava caída na porta do casebre de uma chácara, em Borda do Campo, Quatro Barras. Apontado como autor do crime, o ex-presidiário Estefano Rabel, 60, foi preso na tarde de ontem. Completamente alcoolizado, ele confessou o assassinato, mas não conseguiu falar sobre os motivos.

O superintendente José Carlos França, da DP local, informou que Ivan e Estefano sempre eram vistos juntos tomando bebidas alcoólicas. O Estefano tem problemas em uma das pernas. Ele trabalhava para o dono da chácara, que morreu há quatro anos, mas ele acabou ficando por lá e vivia com a ajuda da população", contou o policial. Ele disse que na noite de quarta-feira, vítima e autor foram vistos juntos e estavam bebendo como de costume. "Eles devem ter se desentendido por causa da cachaça. O Esfefano deu uma pancada na cabeça do Ivan e depois o estrangulou", comentou José Carlos.

Ele disse que a delegada Margareth Mota irá aguardar Estefano melhorar para interrogá-lo. "Estamos aguardando os familiares da vítima comparecerem no Instituto Médico Legal (IML), em Curitiba, para reconhecê-la", disse o policial.