Uma ameaça de bomba interditou a Rua Desembargador Westphalen, entre as ruas Marechal Deodoro da Fonseca e André de Barros, por quase três horas nesta quinta-feira (23). O suposto artefato era uma mochila, que estava dentro de uma agência da Caixa Econômica Federal que fica em frente à Praça Rui Barbosa.

Para garantir que ninguém se ferisse caso o objeto, de fato, fosse uma bomba, a Polícia Militar isolou a área por volta das 10h. Todo o comércio na região foi fechado e ninguém pôde passar pelo trecho bloqueado até 12h40.

Depois de pelo menos duas horas de isolamento, o Esquadrão Antibombas da Polícia Federal chegou ao local. Com apoio de um robô, os policiais descobriram que não passava de uma mochila com objetos que foi esquecida dentro da agência.

“De qualquer forma, o isolamento é um padrão internacional que devemos seguir, pois nunca podemos saber com certeza se é ou não uma bomba. A dúvida não pode existir”, explicou o tenente Cretã Baptista, da Polícia Militar.

Transtornos

Por conta do bloqueio na rua, os ânimos dos curiosos ficaram alterados. Muita gente desrespeitou a ordem dos policiais de que não poderia ultrapassar além da faixa e um homem acabou detido. Ele discutiu com policiais militares e guardas municipais e foi encaminhado ao 1º Distrito Policial.

A todo o momento, os PMs avisavam aos curiosos que, apesar da falta de certeza de que seria ou não uma bomba, era proibido atravessar a parte bloqueada por conta do risco. “Seguimos o protocolo e também nos baseamos no fato de que não podemos deixar uma pessoa passar, pois se abrirmos exceção para uma, temos que deixar todos e aí perdemos o controle da situação”, explicou o tenente.

O bloqueio afetou também linhas de ônibus que têm paradas na Rua Desembargador Westphalen. Os motoristas foram orientados a alterarem o trajeto das paradas para não prejudicar os passageiros.

Depois que a suspeita foi descartada, a rua foi liberada e tudo voltou ao normal. Os ônibus voltaram a parar nos devidos pontos e os comerciantes reabriram as lojas. A agência da Caixa Econômica Federal também foi reaberta assim que os policias federais saíram do local.