Um boteco de dois pavimentos no bairro Rio Verde, em Colombo, servia bebida e dobradinha no piso inferior e carteado no andar de cima. O esquema foi descoberto depois da denúncia de uma mulher desesperada que, cansada de ter que agüentar o marido chegar bêbado e "liso" em casa, toda madrugada, avisou a polícia. Quinze pessoas foram detidas e assinaram termo circunstanciado na delegacia do Alto Maracanã.

Com a denúncia, o delegado José Mário Franco determinou a verificação da informação. Quando os policiais chegaram ao endereço encontraram mais de 25 pessoas jogando cartas em uma roda. "Cada uma pagava R$ 20,00 só para entrar no carteado", explicou o superintendente da DP, Valdir de Córdova Bicudo. Na confusão, cerca de 10 pessoas conseguiram escapar, entre elas os proprietários do estabelecimento.

O bar, que servia de fachada para a jogatina, não tem alvará. Foram recolhidos no local R$ 1.769,10 e uma lista com o nome do jogador e as quantias apostadas. De acordo com a polícia, a maioria dos jogadores é formada por pequenos empresários.