Socorristas do Siate chegaram a tempo de evitar que uma travesti ferisse gravemente outro com facadas, na tarde desta quarta-feira (27), no bairro Rebouças. Ainda assim, a vítima foi esfaqueada no braço. A agressora alegou ter se defendido de uma tentativa de assalto.

A ambulância do Siate passava pela Rua Conselheiro Laurindo, por volta das 16h30, quando uma das travestis pediu socorro. De acordo com o cabo Cordeiro, os socorristas pararam o veículo para ajudar, mas a travesti já tinha desferido três golpes de faca contra o outro. Acertou apenas uma delas, atingindo o braço.

Foram os socorristas que tiraram a faca do agressor e evitaram que a situação não piorasse. A vítima foi atendida na ambulância e recusou encaminhamento ao hospital. As duas recusaram ir até à delegacia com os policiais e foram liberadas.