Desentendimento num bar terminou na morte de Jesse Gonçalves Juvenal Júnior, 17 anos. Ele foi baleado em casa, na madrugada de domingo, na Rua Adib João Sallum, Pinheirinho, e morreu horas depois. Segundo apurado pela Delegacia de Homicídios, os suspeitos do crime teriam discutido com Tiago, irmão de Jesse.

Parentes da vítima contaram à polícia que Tiago tomava cerveja quando dois usuários de drogas foram em sua direção e começaram a discutir com ele. Durante a briga, Tiago teria quebrado um copo na cabeça de um dos suspeitos e machucou a mão. O rapaz pensou em ir até o hospital fazer curativo, porém, foi ameaçado pelo amigo do usuário ferido, que prometeu esperá-lo em casa.

Sofá

Tiago mudou os planos e foi até sua residência, porém, chegou tarde. Por volta de 3h, encontrou Jesse no sofá, ferido com três tiros no braço, peito e cabeça. O adolescente foi levado ao pronto-socorro do bairro e, depois, ao Hospital Evangélico, mas morreu na tarde de domingo.