Um mesmo objeto iniciou e deu final sangrento a uma briga entre dois homens. Em disputa, uma arma, detonada quatro vezes no corpo de Wilson Carlos Antunes, 43 anos, causando-lhe a morte às 7h45 de ontem, na Rua 11 de Agosto, Vila São Pedro, Xaxim. O acusado do crime é um indivíduo conhecido como “Ceará”, que não teria pago o revólver comprado da vítima.

Wilson saiu cedo de casa e viu “Ceará” passando numa viela próxima. Decidiu tirar satisfações pelo revólver que haviam negociado. Segundo a Polícia Militar, o devedor teria cometido um assalto no Xaxim um dia antes e estaria com dinheiro.

Como “Ceará” negou-se a pagar, seguiu-se uma discussão entre os dois homens. Wilson teria tentado arrancar a arma à força e neste momento houve os tiros. O credor levou primeiro um tiro no dedo, e depois outros três, na boca, na barriga e um no peito.

Quando o Siate chegou, a vítima já estava morta. Ao lado do corpo, ficaram alguns dos oito filhos de Wilson, transtornados com a fim violento do pai.

O acusado, que segundo a Polícia Militar teria passagem pela polícia, desapareceu logo após o crime. A Delegacia de Homicídios começou as investigações para descobrir nome completo e paradeiro de “Ceará”.