A confusão por causa do corte de algumas bananeiras, na tarde de ontem, resultou na morte de um adolescente de 17 anos, e ferimentos em outros dois garotos, um de 14 anos. Ivo Juarez Dias Pereira foi preso logo após o crime e autuado em flagrante por tentativa de homicídio. Um soldado do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD), que baleou o garoto, conseguiu escapar. Maciel Ribeiro, 17, levou um tiro na cabeça e morreu no local. Outros dois jovens foram feridos com golpes de facão e encaminhados ao pronto-socorro do Alto Maracanã.

O delegado Hamilton Cordeiro da Paz, titular da delegacia do Alto Maracanã, contou que a confusão começou por volta das 16h de ontem, quando alguns garotos foram tirar satisfações com Ivo, que havia cortado as bananeiras de um terreno baldio, na Rua Aquiles Koller, no bairro Rio Verde, em Colombo. Irritado com os garotos, Ivo desferiu golpes de faca contra um garoto de 14 anos e mais um adolescente. O primeiro teve cortes profundos na cabeça e o outro foi ferido nas costas e na cabeça.

PM

O fato revoltou moradores, que correram atrás de Ivo, querendo agredi-lo. De repente, um Fiat Palio passou pelo local. O condutor gritou: "Polícia!". Em seguida, efetuou vários disparos. Um deles, acertou a cabeça do adolescente Maciel, que nem teve tempo de ser socorrido.

Hamilton informou que, logo após o crime, investigadores da delegacia foram até o local e prenderam Ivo. "Ele foi o autor dos golpes de facão e o autuei em flagrante por tentativa de homicídio", contou o delegado. "Descobrimos que o autor dos disparos foi um soldado da Polícia Militar, lotado no BPGD. Nossos policiais tentaram prendê-lo em flagrante, mas obtiveram a informação de que o soldado iria se apresentar ao seu superior", contou.