Briga entre gangues no bairro Araçatuba, em Piraquara, causou a morte de um rapaz e deixou um jovem ferido, nos primeiros minutos da madrugada de ontem. Marcos Aurélio de Lima, 29 anos, e Roberson Soares da Luz, 17, foram baleados por homens que estavam em uma motocicleta, no meio da Rua Araçatuba. Marcos não resistiu e morreu na hora, enquanto Roberto foi socorrido pelo Siate e levado para um pronto-socorro da região.

Pelo que foi apurado no local, o crime seria consequência de uma briga entre gangues. Indivíduos armados chegaram em uma motocicleta, efetuaram disparos na direção das vítimas e fugiram sem serem identificados.

Após a confusão, o clima continuou tenso no local. Amigos das vítimas se revoltaram e ameaçaram todos que se aproximavam do corpo de Marcos. Rapidamente o Siate socorreu Roberson e o levou para o pronto-socorro. Os populares não queriam deixar sequer o Instituto Médico-Legal recolher o corpo do rapaz. A polícia teve que chamar reforço para conter os ânimos e permitir o trabalho da perícia.

O crime será investigado pela delegacia de Piraquara, que confirmou a possibilidade de se tratar de uma briga de gangues. O jovem ferido deverá ser ouvido assim que se recupere, para dar melhores detalhes sobre o caso.

Em Almirante Tamandaré, mais duas vítimas

Outros dois jovens foram baleados na madrugada de ontem, no Jardim Colonial, em Almirante Tamandaré. O servente Emerson José dos Santos, 15 anos, levou um tiro nas costas e morreu no local. Marcos Gonçalves Alberti, 19, foi atingido de raspão e encaminhado ao Hospital Evangélico.

De acordo com informações da Polícia Militar, moradores da região ligaram, por volta das 3h, informando que havia uma briga entre vários jovens na Rua Miguel Zinher, esquina com a Rua Fabiana Venâncio Martins. Ao chegar no endereço, os policiais constataram que Emerson estava morto, mas nada pôde ser apurado a respeito da autoria ou motivo da confusão.

Foi comentado que parentes de Emerson teriam sido assassinados há alguns meses. Ele morava próximo de onde foi morto. O crime será investigado pela delegacia de Almirante Tamandaré. A polícia aguarda a recuperação de Marcos para ouvi-lo a respeito da briga.