A polícia ainda não havia prendido, até a tarde de ontem, nenhum dos 12 bandidos envolvidos na seqüência de assaltos ocorrida em Ortigueira, região central do Estado, na última sexta-feira. Informações da 3.ª Companhia de Telêmaco Borba (à qual o município de Ortigueira é subordinado) deram conta de que cerca de 150 policiais continuavam em busca da quadrilha, inclusive com a ajuda de um helicóptero.

Em apenas meia hora, o bando desarmou os policiais da cidade, fez vários reféns (inclusive o prefeito Geraldo Magela) e promoveu diversos assaltos: na delegacia, na agência dos Correios, em duas agências bancárias, em uma agência de créditos e em uma casa lotérica. Duas pessoas ficaram feridas, entre eles um policial civil, que foi submetido a cirurgia e passa bem.

Os bandidos roubaram da polícia dois revólveres calibre 38, uma pistola ponto 40 e quatro coletes.