A dona de uma chácara do bairro Orleans teve uma surpresa nada agradável na tarde desta sexta-feira (07): ela encontrou o corpo de um homem morto em um matagal na frente da residência. O cheiro era muito forte e o cadáver estava em estado avançado de decomposição.

Foto: Átila Alberti
Foto: Átila Alberti

O corpo estava na Rua João Sigismundo Wysocki, via que dá acesso a BR-277. A vítima foi identificada como Rogerio Veloso de Godoy, 35 anos. O perito Elmir Silvestre, do Instituto de Criminalística, estima que a vítima esteja morta há pelo menos cinco dias.

“Deu para ver que tem três orifícios compatíveis com o impacto de arma de fogo na cabeça e três no abdômen”, afirmou o perito.

A alguns metros do local em que o corpo estava, foi encontrada um estojo deflagrado de pistola .40, que pode ter sido usada no crime. “Como choveu muito ontem, esse estojo deve ter sido carregado até lá embaixo”, disse. Pelo pouco sangue que havia na área em que o cadáver estava, o perito acredita que ele tenha sido desovado ali.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime.

Foto: Átila Alberti
Foto: Átila Alberti