Um homem de 30 anos identificado como Rafael Vaz Padilha foi morto a tiros na Rua José Real Prado, no bairro São Francisco, em Almirante Tamandaré, por volta das 19h desta segunda-feira (14). Segundo a família da vítima, o homem sofreu três tentativas de homicídio.

Diogo Fernandes da Silva, de 18 anos estava com a vítima momentos antes de sua morte. Ele contou que pediu a Rafael que o levasse ao supermercado com seu Gol. Ele entrou no estabelecimento e Rafael ficou no carro. “A partir dali não sei o que aconteceu. Só ouvi o dono do mercado fechando as portas gritando que era tiro”, lembra ele.

De acordo com policiais militares do 17.º Batalhão da Polícia Militar, os tiros foram disparados por ocupantes de uma caminhonete preta que emparelhou ao lado do Gol de Rafael, ainda em frente ao mercado. Mesmo baleada, a vítima conseguiu dirigir por aproximadamente um quilômetro. O carro só parou na rampa de acesso a uma casa na mesma rua do mercado. Havia pelo menos cinco marcas de tiro na lataria do carro.

Os pais da vítima estiveram no local. A mãe Nadir Rodrigues dos Santos, 60, comentou que o filho tinha problemas renais e usava cadeira de rodas por um problema na coluna. Ela disse que ele dirigia apesar de ter uma limitação em andar e não era envolvido com nada ilícito.

O pai Antônio Vaz Padilha, 62, contou que o filho já trabalhou como mecânico e atualmente trabalhava como vendedor. De dez anos pra cá, a vítima sofreu três tentativas de homicídio. A última foi há quatro meses, em um sinaleiro no bairro Cachoeira, quando o carro que Rafael estava foi alvo de um homem armado que disparou 20 tiros. Ele sobreviveu porque conseguiu fugir.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook