Os cães de faro do canil Central da Companhia de Polícia de Choque da Polícia Militar do Paraná flagraram dois rapazes que tentavam entrar com maconha na Ilha do Mel, na manhã desta sexta-feira (28). Um deles enrolou a droga numa borracha e colocou dentro de um rolo de papel higiênico. O outro escondeu a maconha no bolso de uma bermuda, dobrada na bolsa. Mas a ladrador Beta e o pastor alemão Xingu indicaram a presença da droga e agora os dois vão responder a um termo circunstanciado no Juizado Especial Criminal por uso de droga.

De acordo com o capitão César Lestechen, que comanda a Força Verde no litoral e coordena as ações de policiamento na Ilha do Mel, o uso de cães tem sido uma das formas da Polícia Militar inibir a entrada de drogas na ilha. As operações com os animais são realizadas prioritariamente nos finais de semana, dias com maior movimento de turistas interessados em conhecer a ilha. De acordo com o cabo Marcos Roberto Wesolowski, treinador da cadela Beta, apenas nesta sexta-feira, os cães vistoriaram as malas de integrantes de cinco excursões, além dos demais turistas e veranistas. Ele explicou que o animal reconhece qualquer tipo de droga.