Uma campanha encabeçada pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado do Paraná (Sidepol) alerta a população para os problemas gerados pela guarda de presos nas delegacias.

Nesta semana, na primeira fase da campanha, dez outdoors foram instalados em vários pontos da cidade. De acordo com o presidente do Sindicado, Vinicius Augustus de Carvalho, cerca de 14 mil presos são mantidos nas delegacias.

O custo para a Secretaria de Segurança Pública com a carceragem chegaria a R$ 10 milhões ao ano, mas, de acordo com o delegado, existem outros prejuízos como desvalorização de imóveis e insegurança na vizinhança. “O objetivo da campanha é conscientizar a população paranaense que o problema do preso não é só da policia civil é de toda a população”, afirma.

Judiciário

Os delegados também querem mostrar que presos nas delegacias atrapalham o judiciário. Com os policiais cuidando de presos não há tempo para as investigações. Sem pessoal, os delegados e escrivães não conseguem concluir os inquéritos no prazo.