Silvio, Mateus e Gustavo
se dizem inocentes.

Uma denúncia levou policiais militares do 17.º Batalhão a deter dois indivíduos em uma rua atrás de um posto de gasolina da BR-376, Contenda, em São José dos Pinhais, quinta-feira, às 20h30. Mateus André Borin, 19 anos, e um garoto de 17, portavam um revólver calibre 38 e uma pistola de plástico, segundo os soldados Motta e Alberto, que atenderam a ocorrência.

Em seguida, os policiais foram até a casa dos detidos, na Rua Hamilton Luiz Uba, Planta São Marcos, naquele município e detiveram Gustavo Mello Polengui, 20, e Sílvio César Zotto de Souza, 19. Na residência, os policiais apreenderam mais uma pistola de plástico e uma espingarda calibre 12. Mas o que denunciou que as armas eram usadas em assaltos foram dois talões de cheques nominais a um posto de gasolina. Também foram apreendidos dois videocassetes de procedência duvidosa.

Negativa

Os três maiores negaram qualquer envolvimento com assaltos. Sílvio disse estar na casa apenas jogando videogame. Mateus negou que estivesse armado e alegou ter sido detido por estar na companhia do adolescente, a quem pertenceriam as armas. Gustavo afirmou nada ter a ver com roubos. “Faz uma semana que moro na casa”, disse.