Guarapuava, na região centro-sul do Paraná, está cheia de outdoors assinados pelo ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, com o seguinte texto: “Agradeço a Deus pela vida e a todos que estão orando por mim”. Moradores disseram à reportagem do Paraná Online que conseguiram contar, no mínimo, dez placas em diversos pontos da cidade.

Carli Filho se envolveu em um acidente automobilístico na madrugada de 7 de maio, no bairro Mossunguê, em Curitiba, e matou Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida.

Ele se recupera do acidente em Guarapuava, onde seu pai é prefeito. No acidente, ele estava bêbado e com a carteira de motorista suspensa. A reportagem tentou contato, mais uma vez, com a assessoria de imprensa do ex-deputado, mas não obteve retorno.

Na última terça-feira, o ex-deputado disse à imprensa ter sido “abençoado” por estar vivo, e que estaria tentando descobrir qual a sua “missão”. O advogado da família Yared, Elias Mattar Assad, confessou que ficou surpreso com os outdoors. “É diferente do que estou acostumado a ver em 33 anos de profissão. Mas juridicamente não vejo nada que possa beneficiá-lo ou prejudicá-lo”, comentou.

Expulsão

O advogado informou, ainda, que recebeu ontem a Resolução 06/2009, do Partido Socialista Brasileiro (PSB) do Paraná, que comunica ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Paraná (TER-PR) a expulsão do ex-deputado.

O inquérito que investiga o acidente foi prorrogado por mais um mês na última segunda-feira. O delegado da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), Armando Braga, informou que pediu a prorrogação à Justiça porque o laudo do local do acidente ainda não ficou pronto.