O Gol em que o segurança Roque Américo Pereira Alvim, 24 anos, foi encontrado morto, na madrugada de anteontem, no Augusta, foi encaminhado para perícia na tentativa de encontrar indícios que levem ao autor do crime. O rapaz foi executado com pelo menos três tiros, mas no carro não havia sangue.

Mesmo assim, a polícia acredita que Roque tenha sido morto dentro do automóvel. “Recebemos informações que ele estaria acompanhado de três mulheres, mas ainda não sabemos quem são”, disse o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios.