A Prefeitura de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, está alertando os munícipes quanto a um novo golpe. A denúncia foi feita por um morador da região de Cachoeira, área rural do município, na última sexta-feira. A Guarda Municipal está ciente da prática e busca suspeitos. Para a população a orientação é que fique atenta.

Como conta a diretora-geral da Secretaria de Promoção Social de São José, Yara de Creddo, o golpe é o seguinte: ?um casal chega na casa da família, num automóvel Voyage branco, se apresenta como sendo da Prefeitura e diz que precisa dos documentos pessoais e das carteirinhas de benefícios (Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada) para melhorar os mesmos. As pessoas entregam e, em seguida, o casal pede um copo de água enquanto finge fazer a verificação. Quando o morador vai pegar a água, o casal foge com os documentos?.

Segundo Yara, que a Prefeitura tenha conhecimento, até agora foram abordadas duas famílias na mesma região – Cachoeira, na área rural. Essas famílias foram orientadas a registrar boletim de ocorrência, como o fizeram, e a pedir, junto aos órgãos competentes, o cancelamento dos benefícios. ?Não sabemos que os golpistas podem fazer com os documentos, mas é melhor ficarmos atentos. Estamos orientando a população para que tome cuidado. A Prefeitura tem técnicos na rua, mas eles sempre estão devidamente identificados com crachás e carros oficiais. Além disso, nunca pedimos documentos para ficar retido?, afirma.

Ainda de acordo com a diretora de Promoção Social, os moradores, ao serem abordados, devem exigir identificação e, suspeitando de golpe, é preciso ligar para o 153, telefone da Guarda Municipal.

O diretor da Guarda Municipal de São José dos Pinhais, José Roberto de Oliveira Alves, confirma que o órgão de segurança já está ciente da situação. ?Todos os guardas já foram orientados e o golpe já está sendo divulgado pela região. A divulgação é a melhor maneira de coibir a prática. Já abordamos algumas pessoas, mas ainda não temos suspeitos?, diz ele.