O advogado Maurício Zampieri, um dos defensores de Cléverson Petreceli Schimitt, acusado de matar com golpes de faca o jornalista e escritor Wilson Bueno, pediu a anulação do interrogatório do suspeito, realizado na Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).

Dúvidas

Isso porque, o suspeito foi assistido pelo advogado Pedro Octávio Gomes de Oliveira, amigo íntimo do escritor e que aparece em várias fotos segurando uma das alças do caixão da vítima, no dia do enterro. Zampieri suspeita que o rapaz foi instruído a confessar o crime e a polícia pressionada para o indiciamento por latrocínio (roubo com morte).