O chacareiro Ramiro Cardoso de Lima, 61 anos, foi assassinado com cinco facadas, por volta de 19h30 de segunda-feira, na estrada rural da Ilha, localidade rural a aproximadamente 40 quilômetros do centro de Mandirituba. A delegacia de Fazenda Rio Grande, responsável pela investigação já tem um suspeito do crime e acredita que, nos próximos dias, ele seja detido.

Segundo o investigador Marcos Antônio Gogola, testemunhas disseram que Ramiro era encrenqueiro e freqüentemente se desentendia com vizinhos. “Esse pode ter sido o motivo da sua morte. Temos informações que o autor é conhecido como “Tião”, morador na região”, explicou.

Gogola disse também que familiares e vizinhos de Ramiro também devem ser ouvidos nos próximos dias. “Vamos solicitar que pessoas do relacionamento da vítima ajudem nas investigações”, completou.