Um grave acidente envolvendo um caminhão Mercedes-Benz carregado de embalagens de vidro e uma carreta Scânia, que transportava metanol, causou um enorme congestionamento na BR-116 durante quase todo dia de ontem. Os dois veículos colidiram frontalmente no quilômetro 550,8 da rodovia, por volta de 1h20 da madrugada, no município de Barra do Turvo (SP). O congestionamento tanto do lado paulista como do lado paranaense chegou a passar de 40 quilômetros. A pista só foi liberada no meio da tarde e nas primeiras horas o trânsito no local permaneceu muito lento.

Um dos motoristas, Fibonei Pupulin, 31 anos, morreu na colisão. Já o outro, Laércio da Rocha, 63, ficou ferido com gravidade, sendo conduzido ao Hospital Municipal de Paraguaçu Paulista.

Vazamento

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Registro, município paulistano na divisa do Paraná com São Paulo, cerca de 15 quilômetros do local do acidente, a carga de metanol acabou vazando e criando o risco de incêndio. Por isso, a pista, em ambos os sentidos, foi liberada apenas às 16h35. A Soatran-empresa contrata pela dona da carga foi a responsável pelo transbordo do material inflamável. A operação foi acompanhada por técnicos da Secretaria de Energia, Recursos Hídricos e Saneamento de São Paulo (Sabesp) e pelo Corpo de Bombeiros.