Ao sair de sua casa, na Vila Nossa Senhora da Luz, na CIC, para encontrar com a namorada, o auxiliar de produção Erick Felipe Rodrigues, que completaria 23 anos no próximo dia 26, foi atingido por três disparos de arma de fogo. O fato ocorreu na Praça Frei Miguel, cancha de futebol do Conjunto Oswaldo Cruz I, no CIC, por volta das 21h de sexta-feira. A educadora Maria da Glória Vieira, 43, mãe de Erick, declarou a policiais da Delegacia de Homicídios (DH) que ela ouviu, no local do crime, comentários de que ele teria sido morto por uma pessoa que passou em uma moto.

Erick tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo e por uso de drogas. Ao receber os tiros, ele chegou a ser socorrido pelo Siate e foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador, onde não resistiu. Em outubro de 2004, ele já havia sido internado, também no Hospital do Trabalhador, pelos mesmos ferimentos. A DH ainda não tem dados sobre o autor e o motivo do crime.

Vila Barigüi

Na Rua Cid Campêlo, Vila Barigüi, também no CIC, o jovem identificado por Denilson José Rodrigues morreu às 5h20 da madrugada de sábado. Ele era morador da Rua 1, na mesma região, e foi executado com seis disparos de arma de fogo. No momento do crime, Denilson vestia calça jeans, tênis branco, uma blusa azul e outra laranja.