Foto: Átila Alberti

Eliwelton perdeu o equilíbrio entre dois coletivos.

As canaletas de ônibus espalhadas por Curitiba tornaram-se passarelas para ciclistas que desafiam o perigo ao ?pegar carona? nos coletivos. Ontem, um garoto, de 14 anos, foi atropelado ao perder o equilíbrio entre dois ônibus. O acidente aconteceu na canaleta da Rua Affonso Camargo, perto do terminal do Capão da Imbuia.

Segundo o guarda municipal Claudecir Rocha, o garoto Eliwelton Ramos dos Santos estava apoiado na lateral do ônibus, que seguia sentido centro, quanto outro, em sentido oposto, passou por ele. O garoto ficou entre os dois coletivos e perdeu o equilíbrio.

O ônibus em que se apoiava passou por cima de sua cabeça e Eliwelton morreu na hora. ?Eu estava no sentido oposto e até tentei desviar, por pouco não subi no meio-fio. O outro motorista, que atropelou o menino, seguiu com o ônibus, achando que eu que o atropelei?, contou o motorista Joselito Cordeiro.

Prevenção

Para evitar acidentes como esse, a Guarda Municipal intensificou o policiamento na canaletas, mas não foi suficiente para diminuir os acidentes. ?Eles pegam carona para não ter que pedalar. Nós fazemos fiscalização 24 horas, orientamos, pedimos para eles deixarem de se segurar nos ônibus, mas nada adianta. Quando viramos as costas, eles estão ali novamente?, disse Claudecir, referindo-se às dezenas de garotos que pegam carona com coletivos.

Para Joselito, uma solução seria colocar muros de proteção ao longo de todas as canaletas. ?Nós buzinamos, paramos os ônibus, mas não adianta. Eles são tão audaciosos que nos xingam, jogam pedras, fazem sinais obscenos e chegam até a cuspir na nossa cara quando passam por nós?, finalizou.