Uma colisão entre um carro e um caminhão, às 17h40 de ontem, acabou em tragédia e manchou de sangue a BR-373, em Ponta Grossa. O Escort placa ADN-1970, dirigido por Carlito Vieira, 72 anos, bateu de frente com o caminhão-tanque Mercedes-Benz, ALV-6264, dirigido por Antônio Cesário dos Santos Neto, 49.

Carlito, sua esposa, Vilma da Silva Vieira, 62, o filho, Carlito Vieira Júnior, 37, e mais duas pessoas, que não foram identificadas, morreram na hora, presos nas ferragens. O caminhoneiro contou para a polícia que ele ia sentido Cianorte, quando o Escort entrou em alta velocidade em uma curva, no sentido contrário do caminhão, e bateu de frente.

O acidente aconteceu no quilometro 181 e bloqueou parcialmente a pista por alguns instantes. ?O tempo chuvoso e o excesso de velocidade contribuíram para a tragédia?, comentou o policial rodoviário estadual Elton.