A colisão entre o caminhão Mercedes-Benz de uma transportadora e um ônibus da Viação Expresso Maringá, que fazia a linha entre Lapa e Araucária, deixou duas pessoas mortas e pelo menos 30 feridas. O acidente aconteceu no final da manhã de ontem, no quilômetro 167 da Rodovia do Xisto (BR-476), em Contenda.

O motorista do caminhão, Odálio Moisés da Silva, 45 anos, e o ajudante Luciano Almeida, 34, morreram na hora. Giovane Portes, 26, condutor do ônibus, está internado com fraturas nos braços e pernas, no Hospital Municipal de Araucária.
Os outros feridos foram encaminhados para hospitais de Curitiba e região.

Pista

Segundo o cabo Edilson, da Polícia Rodoviária Estadual, os veículos bateram de frente, em um trecho de pista simples, sem curvas ou alterações de níveis. “O ônibus ia para Araucária, quando o caminhão, por motivo que ainda não foi descoberto, passou para a pista contrária”, contou o policial. Edilson informou que algumas testemunhas disseram que o motorista do caminhão pode ter perdido o controle da direção, depois de um pneu ter estourado.

“Sabemos apenas que o ônibus havia parado alguns metros antes do acidente, para o embarque e desembarque de passageiros. Quando ele retornou para a pista, foi surpreendido pelo caminhão”, completou.

Lotação

Na hora da colisão cerca de 60 pessoas estavam no coletivo. Mais da metade ficou ferida, 12 em estado grave. Para o atendimento dos feridos, foram deslocadas mais de 10 ambulâncias do Siate, da Concessionária Caminhos do Paraná e da PRE.

A maioria dos feridos, sem risco de morte, foi encaminhada para hospitais de Araucária; os que estavam em estado mais grave foram para os hospitais do Trabalhador, Cajuru e Nossa Senhora do Rocio (Campo Largo).

Alguns foram levados, no helicóptero da Polícia Rodoviária Federal, para o Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul. Segundo a polícia o Hospital da Lapa se negou a receber os feridos alegando falta de estrutura.

O trânsito na rodovia ficou lento e provocou um congestionamento de mais de cinco quilômetros para cada sentido e só foi liberado completamente depois das 14h30.

Colisão em Castro

Fábio Schatzmann

Outra colisão, às 6h50 de ontem, ocorreu no quilômetro 293 da PR-151, perto de Castro, e envolveu um caminhão bitrem, com placa de Castro, e um ônibus de passageiros que seguia de Bauru (SP) para Curitiba. Segundo a SOS da Rodonorte, o ônibus bateu na traseira do caminhão, carregado de calcário.

Valdivino Vieira da Silva, motorista do bitrem, teve ferimentos leves. Outros seis passageiros do ônibus, entre eles um bebê, foram socorridos e levados ao Hospital Ana Fiorillo, em Castro. Apenas Claudinei Oliveira de Moura, 35 anos, foi removido à Santa Casa de Misericórdia de Ponta Grossa, mas não corre risco de morte.