A colisão frontal entre um carro e um caminhão-tanque resultou na morte do motorista do automóvel, às 16h30 de ontem, no quilômetro 11 da PR-423, que liga Araucária a Campo Largo.

Havia risco de explosão, pelo vazamento de gasolina e diesel, o que provocou a interdição da rodovia e evacuação de uma casa. Outras duas pessoas se feriram, sem gravidade.

O acidente foi na localidade de Guajuvira, em Araucária. O caminhoneiro Elissandro Gelinski, 33 anos, antes do socorro do Siate, contou ao sargento Brito, do Batalhão de Polícia Rodoviária, que seguia sentido a Campo Largo, quando o Corsa Super placa CXT-1250 (Araucária), que vinha no sentido oposto, invadiu sua pista. As marcas de frenagem no asfalto mostram que o caminhoneiro tentou frear e desviar, mas acabou capotando e tombando no acostamento da pista oposta.

Mal súbito

O caminhoneiro bateu a cabeça, mas foi levado pelo Siate ao Hospital porque ficou um pouco desorientado. No Corsa, o motorista, não identificado e aparentando pouco mais de 50 anos, morreu na hora.

Não se descarta a hipótese de ele ter sofrido mal súbito. A passageira, também não identificada, foi levada com ferimentos leves ao Hospital Municipal de Araucária, mesmo hospital para onde foi transportado o caminhoneiro. O cinto de segurança protegeu bastante a passageira.

Ajuda

Cerca de mil litros do combustível que o caminhão-tanque, AQL-0030 (Piraí do Sul) transportava se espalharam pelo asfalto e pela vegetação. De acordo com o capitão Menegatti, dos bombeiros, a espuma disponível não foi suficiente e foram acionadas empresas que fazem parte do Plano de Auxílio Mútuo das Indústrias de Araucária (Plano AMA). Esse plano de emergência foi organizado pelos bombeiros, para situações de emergência.