Ao reagir a um assalto, o comerciante Gilberto Schena foi morto a tiros, às 9h30 de ontem, em sua mercearia, na Rua Vicente Beternal, bairro Roseira, em Colombo.

Os bandidos fugiram em um Monza sem serem identificados.

De acordo com informações dadas à polícia por familiares da vítima, Gilberto estava trabalhando no Bar e Mercearia Nossa Senhora da Luz, de sua propriedade, na manhã de ontem, como costumava fazer todos os domingos. Dois homens invadiram o local e deram voz de assalto. Gilberto reagiu, lutou com um dos bandidos e conseguiu tomar a arma que ele empunhava, então o outro assaltante atirou.

Em seguida, os dois homens embarcaram em um Monza de cor prata e deixaram o local em alta velocidade.

Gilberto chegou a ser socorrido por populares e encaminhado ao Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, mas não resistiu aos ferimentos.

Ladrões atacam empresa

Uma empresa de embalagens, instalada no bairro Bom Retiro, próximo ao Colégio Opet, foi alvo de assaltantes na noite de sexta-feira. Os bandidos levaram R$ 350 mil em cheques, além de um veículo da empresa, encontrado abandonado horas mais tarde, em Quatro Barras.

Por volta das 20h, três bandidos armados invadiram a empresa. O trio rendeu alguns funcionários e proprietários da fábrica, que ainda permaneciam no local e se preparavam para ir embora. As vítimas foram amarradas e levadas para um cômodo isolado. Um cofre, contendo os cheques, e mais alguns pertences dos funcionários e proprietários, foram carregados numa Fiorino bordô da fábrica, também levada pelo trio. O carro vazio foi localizado abandonado na entrada para o município de Quatro Barras.

O caso foi registrado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR). Segundo o delegado Rubens Recalcatti, é possível que outros bandidos tivessem participado do crime, possivelmente dando cobertura ao trio, do lado de fora da empresa. As vítimas disseram ao delegado que o trio tinha sotaque carioca, e um deles possuía o rosto cheio de espinhas.