Ernani Steff foi condenado por homicídio culposo em sessão do Tribunal do Júri de Almirante Tamandaré, na tarde de ontem, realizada na Câmara Municipal. Os jurados acataram a tese do advogado Marcelo Arthur Gomes Osti.

A juíza Joseane Ferreira Machado de Lima leu a sentença por volta das 17h30, mas não determinou a pena a ser cumprida, que de acordo com a lei é de um a três anos. Como ocorre em condenações por homicídio culposo, a juíza abriu o precedente da suspensão do processo, caso o promotor Wanderlei Gonçalves Custódio não recorra da decisão.

Crime

De acordo com a acusação, às 23h15 do dia 9 de março de 1995, Ernani foi a um bar, na Rua Tocantins, Jardim Amazonas, onde encontrou Leonardo da Silva de Paula. Na ocasião, Ernani convidou Leonardo para jogar sinuca, o que teria sido recusado. Irritado, Ernani teria ido até sua casa nas proximidades, onde se armou com um revólver calibre 38, retornando minutos depois e foi tirar satisfações com Leonardo. O acusado teria indagado se a vítima estava brava com ele. Ao receber ?sim? como resposta, Ernani teria sacado a arma e efetuado vários disparos, acertando o braço e o peito do rapaz. Porém, a defesa alegou que Ernani já estava armado e só se defendeu da vítima.