Três horas depois do assassinato do eletricista Adão Fátima Silvestre, 21 anos, investigadores da Delegacia de Homicídios prenderam Leandro Barbosa, 19, apontado como principal suspeito.

O crime aconteceu na noite de sábado, na Rua Pedro Lázaro, Caximba. De acordo com a polícia, os dois teriam discutido por causa de uma garota de quem ambos gostavam. Durante a briga, Leandro sacou uma arma e atirou em Adão.

Em seu depoimento, o suspeito confessou o crime com detalhes. “Ele disse que descarregou a arma no eletricista e, como percebeu que o jovem ainda estava vivo, o espancou até que a respiração da vítima parar”, disse o delegado Eduardo Kruger. Com ajuda de testemunhas, a polícia chegou até Leandro, que foi autuado por homicídio qualificado e encaminhado ao Centro de Triagem II, em Piraquara.