Membros de uma quadrilha especializada em contrabando de produtos eletrônicos foram presos, na madrugada de ontem, depois de uma perseguição policial pela BR 476 – Rodovia do Xisto, em Araucária. O Daewoo Espero placa ADC-4545 estava carregado com cerca de R$ 50 mil em mercadorias trazidas do Paraguai e para garantir que elas seriam entregues, dois veículos do modelo Santana o acompanhavam como batedores.

De acordo com o capitão Adilson da Silva, comandante da 1.º Cia. do Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar (BPRv), por volta das 5h30, os policiais patrulhavam pela BR quando desconfiaram do comboio dos veículos.

Os policiais passaram a seguir os carros e os motoristas aumentaram a velocidade. Em determinado trecho da BR, o condutor do último Santana jogou o veículo contra a viatura policial para impedir que os PMs chegassem até o carro importado. Em manobras arriscadas, quase provocaram um grave acidente. Os policiais então atiraram contra os pneus do veículo e o abordaram. Em seguida, eles abordaram o Daewoo e o outro Santana conseguiu escapar.

Apreensão

No Daewoo, os policiais encontraram várias peças de equipamentos eletrônicos, principalmente produtos de informática. Nos carros abordados estavam Amauri Martins Dias, Edson Alves Paes e Liceu Berte. Eles foram presos em flagrante por formação de quadrilha, contrabando e levados à delegacia de Araucária. Lá, outro membro da quadrilha foi preso. Leandro Aparecido Cerqueira soube que os comparsas estavam presos e foi até a delegacia, onde tentou subornar tanto os policiais militares, que tinham feito as prisões, quanto os policiais civis. Ele foi preso em flagrante por corrupção ativa.